Como reforçar a imunidade através da alimentação?

Durante o período de isolamento social, em que ficamos em casa por mais tempo, manter uma rotina alimentar equilibrada pode ser um desafio para muitas pessoas.

É normal que não seja seguida à risca uma dieta que inclua apenas alimentos saudáveis, mas é  preciso fazer uma forcinha! Isso porque a prática de uma alimentação adequada tem papel fundamental no desenvolvimento e manutenção do sistema imunológico. Vamos entender por quê? 

As células que fazem parte da defesa do nosso organismo são diretamente impactadas pelos nutrientes que consumimos através da alimentação, pois as vitaminas e minerais causam alterações tanto nas nossas células quanto no funcionamento do sistema digestivo. Micronutrientes como os minerais zinco, selênio, ferro e cobre e as vitaminas A, C, D, E e do complexo B são essenciais para uma resposta bem-sucedida do sistema imunológico.

Atenção especial à vitamina D

A vitamina D é produzida em nossa pele em resposta à luz solar. Ao ficarmos expostos ao sol, os raios ultravioleta ativam a produção dessa vitamina, que é a base para uma série de funções do organismo. A mais importante delas é regular a absorção e a fixação de cálcio e fósforo, facilitando a função normal do sistema imunológico.

Principalmente nos últimos tempos, em época de distanciamento social, caso ocorra uma diminuição da exposição ao sol, os níveis de vitamina D podem diminuir drasticamente no organismo ocasionando diversos problemas de saúde e baixa imunidade. Por essa razão, é possível e superimportante obter mais vitamina D através da alimentação, incluindo peixes, fígado e gema de ovo.

E a alimentação das crianças?

Agradar ao paladar das crianças nem sempre é tarefa fácil, principalmente nesta nova rotina caseira. Como lidar quando elas pedem doces, alimentos industrializados ou ultraprocessados? Por isso, é importante estabelecer bons hábitos alimentares na família toda e que incluam ingredientes variados, frescos e integrais que, além de acostumar o paladar da criança a uma diversidade de sabores, ainda ajuda no fortalecimento da imunidade. Afinal, a formação da rotina alimentar é uma construção que se inicia ainda bebê, e que se estabelece por volta dos 3 anos de idade.

Dicas práticas para fortalecer o sistema imune através da alimentação 

Hidrate-se

Você sabia que os vírus são solúveis em água e expelidos pelo suor e urina? Então, em épocas de maior circulação destes micro-organismos, é importante hidratar-se muito para se proteger!

Se possível, consuma alimentos orgânicos

Agrotóxicos e aditivos químicos presentes em vários alimentos prejudicam a imunidade de quem os consome. Portanto, é hora de buscar a alimentação mais natural e orgânica possível. 

Evite refrigerantes, bebidas alcoólicas e alimentos ultraprocessados

O excesso de álcool, açúcares, farinhas refinadas e aditivos químicos prejudica a saúde. Reduza o consumo ao máximo para fortalecer a imunidade.

De fato, uma alimentação diversificada, equilibrada e rica em minerais e vitaminas tem o poder de reduzir o risco de doenças e fortalecer nosso sistema imunológico,  mas lembre-se: é importante ter consciência de que tais hábitos, isoladamente, não nos livram da contaminação por vírus e bactérias, e é nossa responsabilidade adotar medidas preventivas aliadas a uma boa alimentação, como hábitos de higiene, etiqueta social e, no caso do Coronavírus, o uso da máscara também é essencial.

Clique e confira nosso alimento em pó à base de vegetel!